Arquivo da tag: Jack Kerouac

Garota Mexicana

Tinha comprado minha passagem, e estava esperando pelo ônibus para
L.A. quando, de relance, vi a mais deliciosa garota mexicana; ela passou bem à
vista, de calças compridas. Estava num dos ônibus que acabara de chegar, entre
suspiros ruidosos do freio a vácuo; os passageiros desciam para um descanso. Os
seios dela apontavam para a frente, retilíneos e indubitáveis; seus quadris
pareciam deliciosos, seu cabelo era longo, lustroso e negro, seus olhos eram duas
coisas azuis imensas, com certa timidez lá dentro; eu daria tudo para estar no
ônibus dela. Uma angústia trespassou meu coração, como acontecia sempre que
via uma garota pela qual estava apaixonado indo na direção oposta, neste mundo
grande demais. Os alto-falantes chamaram os passageiros para L.A. Apanhei
minha sacola e embarquei, e quem estava sentada lá, sozinha, senão a garota
mexicana? Sentei-me justamente do lado oposto do corredor, e comecei
imediatamente a maquinar um plano. Eu estava tão solitário, tão cansado, tão
sobressaltado, tão triste, tão alquebrado, tão arrasado, que consegui reunir
coragem, a coragem necessária para abordar uma garota desconhecida, e agir.
Ainda assim, passei cinco minutos comprimindo minhas coxas na escuridão,
enquanto o ônibus rodava pela estrada.

Você tem de fazê-lo, ou morrerá! Seu estúpido idiota, fale com ela! O que
há de errado com você? Já não está cansado de si próprio? E, antes que pudesse
perceber o que estava fazendo, debrucei-me sobre o corredor até ela (que estava
tentando dormir na poltrona) e disse: — Moça, você gostaria de usar minha capa
de chuva como travesseiro?

On The Road (Jack Kerouac), pág. 109

Etiquetado ,